Teologia 2022

Mensagem

Mensagem do Diretor

"Mas recebereis poder e sereis minhas testemunhas" (At 1:8) O lema da VI turma de formandos está fundamentado em Atos 1:8. Este texto é uma das mais significativas promessas de Jesus à Sua igreja militante em um mundo confuso com tantas ideologias, religiões e o retorno do paganismo em suas formas disfarçadas. Esta promessa também é para a igreja inserida em uma sociedade caótica, cheia de pecados, violência e crimes, onde cada vez mais ridiculariza e persegue os cristãos. O cenário do mundo atual é contraditório, pois, pede-se tolerância e se é intolerante, exige-se respeito é desrespeitoso, fala-se em amor e apresenta-se o ódio e desprezo. Como cristãos fracos, falhos e limitados podem testemunhar de Cristo e Seu evangelho salvador nos dias atuais? Não sendo diferente aos tempos apostólicos, a promessa do Senhor continua sendo a mesma: e receberão poder e serão minhas testemunhas. Há dois aspectos nesta promessa de Cristo: poder e testemunho. Este poder mencionado vem com a pessoa e obra do Espírito Santo na vida de cada crente que pede e súplica ao Pai. Para o tempo presente, diante dos desafios do testemunho cristão e da pregação do evangelho eterno, só há um meio dos pastores do século XXI executarem com êxito a missão confiada à igreja remanescente. Este meio é o Espírito Santo em Sua plenitude, a chuva serôdia. Prezados formandos 2022, façam da promessa de Cristo um dos motivos das suas fervorosas orações. Além de um lema bonito, que ele seja o motivo de conversação de vocês e que a promessa conceda inspiração e motivação de uma vida cheia do Espírito para testemunhar do poder do evangelho que transforma a vida de pecadores arrependidos. A consequência da presença do Espírito Santo em vocês será um mundo iluminado com a apresentação da verdade para o tempo do fim, preparando, assim, um povo para receber Cristo, nosso Rei, nas nuvens dos céus. Pr. Me. João Luiz Marcon, Diretor do SALT-FAP

Mensagem da Turma Pr. Elmer Arrais Guzman

"Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria e até aos confins da terra" (At 1:8). O lema da VI turma de teologia do SALT-FAP expressa o desejo dos formandos de participar do imperativo de Jesus, sendo testemunha do reino de Deus. A promessa de Jesus para seus discípulos logo no início da expansão do evangelho ainda alcança Sua igreja hoje. O êxito para a conclusão da missão está atrelado a três elementos fundamentais: o Espírito Santo, o testemunho e o poder. Ellen G. White discorrendo sobre o texto de Atos 1:8, menciona, "estavam em perigo de tomar um caminho que os levaria a se sentirem satisfeitos com o que já tinham alcançado. A fim de espalhar Seus representantes por outras partes do mundo, de maneira que pudessem trabalhar por outros, Deus permitiu que lhes sobreviesse a perseguição", logo, essa ação divina gerou frutos de sucesso missionário (Atos dos Apóstolos, 2006, p. 105). A promessa do derramamento do Espírito Santo se dá em resposta à indagação dos discípulos sobre quando seria o momento que Deus restauraria "o reino a Israel" (At 1:6). Os discípulos queriam saber mais sobre o reino de Deus, ainda que temessem o futuro e não compreendessem plenamente a vontade do seu Senhor. Diante disso, a afirmação de Jesus é uma solução para as suas dúvidas, explicando que a manifestação do Espírito Santo realizaria aquilo que seria impossível realizar por si mesmos. O verbo recebereis indica o futuro preditivo no qual os seguidores de Cristo receberiam a promessa do Espírito, de tal forma que eles seriam capacitados com o poder de Deus para o cumprimento da proclamação evangélica. Esta missão não aconteceria sem empecilhos, pois a igreja primitiva foi acometida por perseguições que poderiam ter gerado medo nos apóstolos. Seriam as oportunidades de pregação barradas, ou colocariam as dificuldades um fim ao movimento iniciado por Jesus Cristo? Quando tudo indicava que as dificuldades complicariam a missão, surpreendentemente, a perseguição apenas alavancou a pregação; Deus a instrumentalizou para levantar indivíduos que fossem testemunhas do Seu amor e de Sua salvação, nisto Deus pôde manifestar Seu poder em circunstâncias adversas. Logo, o segundo verbo no futuro é enfatizado como um imperativo para os cristãos, ou seja, sereis é uma ordem do Mestre, ademais, os discípulos saíram para pregar e obtiveram sucesso, sendo esse, o desejo e a promessa para a igreja hoje. Assim sendo, a VI turma de teologia do SALT-FAP assume solenemente sua responsabilidade em face ao chamado feito por Cristo, à luz da pregação do evangelho que precisa ser terminada. Para tanto, é necessário o recebimento da promessa do Espírito e a obediência ao imperativo para ser uma testemunha do Seu amor. Desse modo é construído um ministério de poder, que gerará frutos e transformará vidas. Que o Senhor use os formandos desta turma para servir onde Cristo e Sua igreja os enviar para cumprir fielmente a obra que lhes for confiada. Simonn Petrich Toffoli, presidente da comissão de formatura da VI turma de teologia do SALT-FAP.
Professores

Informações

Contato

Maringá – Campo Mourão) Km 119
Gleba Paiçandu Lote 80, Zona Rural - Caixa Postal 28
Ivatuba - PR

(44) 3236-8061

secretariasalt01.iap@educadventista.org.br

Culto de Ações de Graças

10/12/2022

09:00


Colação de Grau

11/12/2022

08:00

Nominata